Aluguel de barcos

Quais são os principais acidentes náuticos e como evitá-los?

Escrito por Social Boats

Realizar passeios de barco com a família e com os amigos é um programa muito divertido — sem falar da oportunidade de contemplar paisagens maravilhosas! Mas quando se trata de rios e mares, todo o cuidado é pouco com a segurança e o bem-estar dos tripulantes.

O número de acidentes náuticos aumentou de forma significativa em 2017. De acordo com a Marinha do Brasil, houve um crescimento de aproximadamente 12,63% em relação ao ano de 2016. E essa é uma estatística de que ninguém gostaria de fazer parte, não é mesmo? Afinal, todos só querem alegria e tranquilidade.

Mas não se preocupe! O fato de poderem acontecer circunstâncias desagradáveis durante passeios náuticos não é motivo para perder a calma e abrir mão de fazer o que gosta. Para que tudo ocorra bem, você só precisará seguir algumas instruções, que listaremos a seguir, e aproveitar com responsabilidade as maravilhas que as várias embarcações podem oferecer a você!

Os principais tipos de acidentes náuticos

São vários os tipos de acidentes envolvendo embarcações. Dessa forma, para que você entenda um pouco melhor quais são as formas de evitar esses transtornos, mostraremos a seguir aqueles que têm acontecido com uma maior frequência.

1. Emborcamento

Essa é a forma mais comum de acidente náutico no Brasil. Ele ocorre quando o barco vira, de maneira que o casco fique para cima. Essa situação gera um grande perigo, podendo ocasionar ferimentos e a morte de tripulantes.

Quando isso acontece, é preciso conseguir ajuda de um barco maior para conseguir desvirar a embarcação. Na maioria dos casos de emborcamento, é necessário fazer reparos no transporte, pois quase sempre entra água na parte mecânica, o que danifica o motor.

2. Colisão

Um outro acidente que acontece com certa frequência é a colisão. Ela ocorre quando embarcações se chocam. Geralmente, esse fato está relacionado à alta velocidade ou à falta de experiência do condutor.

Por isso, da mesma forma que é preciso ficar atento aos perigos das rodovias, é sempre aconselhável obedecer às regras para pilotar barcos. Então, mantenha distância de embarcações grandes, pois elas não conseguem desviar com facilidade, e preste atenção em tudo que está a sua volta.

3. Atropelamento

No verão, principalmente, é muito comum as pessoas aproveitarem os rios e mares para se refrescarem. Quem é que não gosta de usufruir dessas belezas naturais, não é mesmo? Por isso, nesse período, a atenção dos pilotos de barcos deve ser redobrada, para evitar atropelamentos de banhistas.

Esse tipo de acidente tem um elevado grau de perigo, pois a pessoa atropelada pode se machucar gravemente no impacto com a embarcação, além da possibilidade de afogamento. Logo, tenha muita atenção!

4. Queda de pessoa na água

Esse tipo de acidente pode acontecer por diversos motivos e vem acompanhado de muitos riscos! Geralmente, uma brincadeira de mau gosto pode fazer com que uma pessoa seja arremessada na água, e isso acabará com um passeio que tinha finalidade de trazer alegria.

A queda pode acontecer também pelo fato de a embarcação estar com superlotação. Evite esses desagradáveis eventos colocando no barco apenas a capacidade permitida para o modelo.

As principais causas de acidentes náuticos

São várias as causas que podem levar a um acidente. Grande parte delas pode ser evitada com um pouco de bom senso e responsabilidade. Veja, a seguir, a lista de alguns dos principais motivos de acidentes na água.

1. Velocidade excessiva

A alta velocidade é uma vilã tanto nas rodovias quanto nas águas! Ela é a causa de muitos acidentes náuticos, como a colisão. Certas embarcações, como lanchas e jet skis, podem ser muito rápidas, e se você não for responsável, poderá ocasionar sérios problemas aos demais tripulantes e aos banhistas.

Nas águas, não há velocidade máxima permitida, como no trânsito das rodovias, e esse é mais um motivo para você ficar atento e pilotar com bom senso!

2. Embriaguez

O consumo exagerado de álcool é causa de incontáveis acidentes das mais variadas espécies, incluindo os aquáticos. O efeito da bebida deixa a visão embaralhada, além de poder tirar a sua consciência, o que faz você perder os reflexos!

Em alguns lugares, a Marinha do Brasil trabalha com o uso do bafômetro. Dessa forma, se você for pego pilotando após ingerir bebida alcoólica, poderá ser penalizado. Então, o melhor mesmo é ficar longe da água se tiver embriagado, tudo bem? Pense sempre no seu bem-estar e na segurança dos que estão por perto.

3. Comandante inexperiente

Uma outra causa de acidentes é a inexperiência do piloto. Para obter autorização para conduzir um meio de transporte náutico, é preciso ter a carteira de habilitação. Para isso, você passará por um curso de formação oferecido pela Marinha.

Mas nem sempre a habilitação é o suficiente, pois, antes de pilotar, é preciso ter muita experiência, e isso só se adquire com a prática. Dessa forma, o próprio comandante tem que ter a consciência se estar apto ou não para essa tarefa. Então, se você se sentir inseguro, não coloque a sua vida e a de outras pessoas em risco, ok?

4. Excesso de pessoas a bordo

A superlotação é uma das principais causas de acidentes náuticos! E esse é um fator simples de ser resolvido, podendo evitar muitos desastres. Cada embarcação tem uma capacidade máxima específica, com o número de pessoas que é possível transportar e o peso permitido.

Desse modo, fique atento! Não coloque em risco a sua vida e a da sua família! Caso perceba que uma embarcação está muito cheia, não entre nela. E também não permita excesso de passageiros no seu barco!

5. Condições climáticas

O tempo pode mudar de uma hora para outra. Da mesma forma que o dia está ensolarado, uma tempestade pode se aproximar. Por isso, as condições climáticas podem provocar muitos acidentes!

Assim, antes de resolver pegar sua embarcação e ir para um local distante da costa, verifique a meteorologia! Em certos casos, é possível prever a mudança climática e, com isso, evitar momentos de preocupação.

As principais formas de evitar acidentes náuticos

Muitos acidentes que ocorrem na água podem ser evitados. Você só precisa ter um pouco de atenção e tomar alguns cuidados para que o seu passeio seja incrível! As principais dicas são:

  • tenha todos os itens de segurança a bordo;

  • não permita excesso de pessoas;

  • utilize redes de proteção, se tiver crianças e animais no passeio;

  • evite ficar muito próximo das bordas da embarcação;

  • mantenha distância dos banhistas;

  • não consuma bebidas alcoólicas se for pilotar;

  • faça manutenções periódicas na embarcação.

Essas foram apenas algumas informações importantes para que você esteja atento ao entrar em uma embarcação! Não precisa ficar em pânico, tudo bem? Você só deve seguir essas dicas e fazer o possível para evitar acidentes náuticos! Sabendo disso, agora é só curtir o seu passeio.

Se gostou deste post, leia também o nosso artigo sobre dicas de navegação para você curtir o seu barco.

Sobre o autor

Social Boats

Deixar comentário.

Share This