Dicas

Navegação para iniciantes: 9 ensinamentos para começar a pilotar

Escrito por Social Boats

Como já dizia o poeta português Fernando Pessoa, “navegar é preciso”. Dessa forma, além de fundamental para o descobrimento de países e continentes ao longo da história, a navegação também é um hobby praticado por muitos. Para encontrar a precisão necessária e dominar esta atividade, no entanto, é indispensável ter conhecimento sobre as principais dicas de navegação

Isso porque, para quem está se iniciando na prática, é fundamental entender e prestar atenção em várias questões relacionadas à complexidade da própria embarcação. Sendo assim, conhecer bem seu barco ou iate é uma premissa básica para que você passe de iniciante à expert nesse hobby tão incrível!

Se você comprou um barco, mas não sabe como pilotá-lo, não se preocupe. Abaixo, separamos 9 dicas de navegação muito bacanas para fazer com que você se torne um excelente piloto. Acompanhe: 

1. Habilite-se

Assim como acontece quando pretendemos dirigir motos ou carros, também precisamos de uma habilitação para navegar.

Por mais que você tenha aprendido a pilotar informalmente e já saiba de algumas técnicas, é imprescindível ser habilitado e estar dentro da lei. Afinal, você não quer ter problemas, certo? Sendo assim, não se esqueça: é sempre bom ter consigo todos os documentos que comprovam sua regularidade a bordo.

2. Mantenha a embarcação conservada 

Além de conhecer bem a embarcação que você comprou ou alugou, é necessário ter muitos cuidados com sua integridade material. Dessa forma, se ela estiver com todas as peças, setores e mecânicas em dia, a chance de você não ter problemas enquanto navega aumenta significativamente.

Portanto, seja cuidadoso e dedique um bom tempo ao ato de conservá-la devidamente. Acredite: vale mais a pena investir em manutenções periódicas do que ter dores de cabeça posteriormente. Passe longe do famoso “jeitinho” ou de consertos feitos por profissionais não qualificados.

3. Conheça seus rumos

Estar em alto-mar é uma sensação ótima, que nos propicia uma visão magnífica e uma paz incomparável. Contudo, de nada adianta embarcar em uma aventura sem conhecer os riscos que você pode enfrentar. 

Portanto, antes de sair, é recomendado verificar atentamente a previsão das marés e do tempo. Saber exatamente o que pode vir pela frente certamente o deixará mais preparado para lidar com as mais diversas ocasiões e encarar qualquer situação. Além disso, dependendo do quão arriscada é a aventura, é melhor adiá-la para não passar por riscos desnecessários. 

Lembre-se, também, de que a previsão do tempo em geral deve ser conferida em órgãos com credibilidade, como o INPE

4. Pense na segurança

Verificar quais são as possibilidades de navegação a partir das condições naturais já é uma grande ajuda. Entretanto, também é necessário ficar de olho na segurança interna do barco. Afinal, como ele está sob sua responsabilidade, também cabe a você zelar pela vida de toda a tripulação. 

Existem procedimentos básicos que ajudam a garantir um passeio mais seguro para todos. Confira alguns deles abaixo:

  • certifique-se, antes de embarcar, de que todos estão devidamente sentados e bem alocados em seus respectivos lugares;
     
  • ​não passe rapidamente em locais onde outros barcos estejam em movimento ou até parados. Isso ajuda a evitar acidentes, já que esses também acontecem em alto mar;
     
  • fique longe dos grandes navios, uma vez que eles não conseguem fazer manobras rapidamente, tampouco notar a presença de embarcações menores;
     
  • quando for passear à noite, vá mais devagar, diminuindo pela metade a velocidade utilizada habitualmente;
     
  • busque desviar a direção quando avistar alguém remando. Uma onda causada por você poderá ser prejudicial em demasia para ele;
     
  • ​é essencial ter infláveis à disposição, mas tome cuidado com o número de pessoas para cada um. Isso porque, embora não possam afundar, eles viram quando sobrecarregados.

5. Reúna consigo todas as dicas de navegação

Se você é um iniciante, precisa reunir muitas informações para aprimorar suas habilidades enquanto piloto. Antes de ter a habilidade técnica que só a experiência pode aprimorar, busque pelo estudo e informe-se mais a respeito de tudo aquilo que envolve o controle de um barco ou iate. 

Somente quando conhecer profundamente todos os nomes que cabem no vocabulário náutico é que você estará apto a navegar tranquilamente.

6. Confira tudo antes de sair

O cuidado e a manutenção periódica são essenciais e sanam possíveis complicações. Ainda assim, certos pontos podem — e devem — ser conferidos por você mesmo antes de sair. Você pode, por exemplo, utilizar o seguinte checklist

  • faça uma vistoria rápida no casco;
  • veja se as luzes estão funcionando;
  • saiba se está tudo ok com o equipamento de rádio;
  • dê uma olhadas nas baterias
  • inspecione os extintores, bem como todo o material de combate a incêndios;
  • ​fique atento a vazamentos e à quantidade de combustível.

Esses são gestos simples e rápidos, mas que podem garantir seu conforto e deixar sua tripulação bem mais segura.

7. Mantenha a comunicação ativa

Se você já conferiu tudo e se sente pronto para sair, não se esqueça de deixar as pessoas cientes de suas rotas e previsão de retorno.

Por mais que os equipamentos de comunicação a bordo estejam funcionando, é sempre bom avisar na marina ou clube do qual faz parte que você vai sair. Caso não esteja incluso em nenhum, ao menos uma pessoa em terra deve saber de seus planos de viagem. Pode ser alguém da família ou um amigo, por exemplo.

Levar um celular com internet móvel também não custa nada, podendo ser de grande utilidade.

8. Atente-se à sinalização e às cartas náuticas

Tenha certeza de que as cartas náuticas com as quais você conta a bordo dizem respeito exatamente à região na qual se pretende navegar.

Além disso, ficar atento às sinalizações e aos faróis, principalmente no período noturno, é uma recomendação para ser seguida à risca.

9. Lembre-se sempre dos coletes 

Em relação à segurança dos tripulantes, poucas coisas importam mais do que os coletes salva-vidas. Eles são um dos principais itens de salvatagem e devem estar sempre em boas condições. Além disso, é preciso que o número de coletes seja igual ao número de pessoas na embarcação. 

Agora que você já tem em mãos as principais dicas de navegação para iniciantes, não deixe de colocá-las em prática ao pilotar. Assim, você certamente estará pronto para se render às aventuras maravilhosas guardadas pelo alto-mar.

Se você gostou do conteúdo de hoje, compartilhe o post nas redes sociais! Quem sabe você não ajuda outros amigos a se tornarem grandes pilotos?

Sobre o autor

Social Boats

Deixar comentário.

Share This